Os Velvet Underground vão voltar a Greenwich Village

The Velvet Underground Experience é uma obra multimédia à volta da mítica banda de Lou Reed e John Cale.

Foto
The Velvet Underground Experience no nº 718 da Broadway Michael Ochs Archives/Getty Images

A 10 de Outubro, os Velvet Underground voltam ao sítio onde foram felizes nos anos 1960: Greenwich Village, Nova Iorque, o bairro em que se fizeram notar pela primeira vez. Não é obviamente uma reunião da banda – Lou Reed, o guitarrista, vocalista e compositor principal, morreu em 2013 –, mas sim uma exposição multimédia: The Velvet Underground Experience.

Com curadoria de Christian Fervet e Carole Mirabello, a mostra esteve originalmente na Filarmonia de Paris entre Março e Agosto de 2016., com o título New York Extravaganza. Chegará agora ao número 718 da Broadway, no ano em que The Velvet Underground & Nico, o primeiro álbum do grupo, fez 51 anos. No evento original houve concertos de nomes como John Cale, Television e o duo de Étienne Jaumet e Sonic Boom. Ainda não há informações sobre tais eventos na versão nova-iorquina.

A exposição, que inclui vários vídeos, filmes documentais, recortes, retratos, música, néons, está dividida em seis partes: primeiro mostra-se o contexto do pós-Segunda Grande Guerra e o aparecimento de uma geração inconformista, com o poeta beat Allen Ginsberg à cabeça, as infâncias de John Cale e Lou Reed, as duas figuras principais da banda, o espírito nova-iorquino dos anos 1960 e a "cena" de Greenwich Village, onde nomes como La Monte Young faziam a sua música, o universo da Factory, o estúdio de Andy Warhol, as várias vidas dos Velvet, pós-Nico e pós-Warhol e, por fim, o legado que a banda deixou em nomes como David Bowie, que produziu Transformer, disco a solo de Lou Reed, e em toda a cena das artes do século XX.