Crónica

Palavras, expressões e algumas irritações: vitória

Foi uma semana rica em “vitórias”. No desporto, bem entendido. Nos incêndios, António Costa prefere a palavra “sucesso” a “vitória”, escolhida por Eduardo Cabrita. Insensibilidade cruel com a triste paisagem de Monchique em fundo.

“Acto ou efeito de triunfar do inimigo em batalha.” Este é o primeiro significado que um dicionário de 1971 regista para o substantivo feminino “vitória”. Segue-se um menos bélico, “triunfo obtido em qualquer prémio ou competição (desportiva, literária, política, etc.)”, ao que se acrescenta ainda “resultado feliz obtido através de certos esforços”.

Foi uma semana rica em “vitórias” para Portugal. No desporto, bem entendido. Falamos de atletismo e automobilismo: Inês Henriques conquistou a medalha de ouro nos Campeonatos da Europa de Atletismo em Berlim, ao vencer a prova dos 50 quilómetros de marcha. Ricardo dos Santos bateu recorde nacional dos 400 metros e foi o primeiro português a participar numa final de Europeus de atletismo nesta categoria. Nelson Évora disputa neste domingo a final do triplo salto também em Berlim. Já no Grande Prémio da República Checa, Miguel Oliveira ascendeu ao primeiro lugar em Moto2, passando a líder do Mundial.

“Vitória”, além de ser “uma variedade de maçã” e “certa matéria corante azul”, é “um veículo ligeiro de quatro rodas, com assento para duas pessoas, capotável, com o lugar para o cocheiro e trintanário montado sobre uma ligeira armadura metálica; em alguns deles, este lugar dos serventuários pode desmontar-se”. Dir-se-ia uma “geringonça”.

Num dicionário mais recente, já se usa a palavra “sucesso” para descodificar “vitória”. Em se falando de combate a incêndios, António Costa prefere a primeira, Eduardo Cabrita escolhe a segunda. Diz assim: “Sucesso ou vantagem numa luta, numa competição desportiva, num confronto.” E dá um exemplo que parece encaixar no pensamento dos governantes, seja qual for o cenário: “Obter uma vitória nas eleições.”

Mais adequada ainda é uma das explicações de um dicionário online para a expressão “cantar vitória”, que se traduz por “gabar-se de um êxito ou de um triunfo”. Atitude de insensibilidade cruel com a triste paisagem de Monchique em fundo.

A rubrica Palavras, expressões e algumas irritações encontra-se publicada no P2, caderno de domingo do PÚBLICO