Detidas 23 pessoas por tráfico de drogas no recinto do Boom Festival

A Operação Lua Cheia resultou na identificação e detenção de 23 pessoas, grande parte deles estrangeiros e com idades entre os 22 e os 48 anos. Além das drogas, foram ainda apreendidos cerca de 91 mil euros em dinheiro. Fora do recinto, a GNR deteve mais 23 pessoas por tráfico de estupefacientes.

O Boom Festival aconteceu de 22 de Julho a 29 de Julho
Foto
O festival decorreu entre 22 e 29 de Julho Nuno Ferreira Santos

A Polícia Judiciária (PJ) e a Guarda Nacional Republicana (GNR) identificaram e detiveram 23 pessoas, a maior parte estrangeiros, “pela presumível autoria do crime de estupefacientes” dentro do recinto do Boom Festival, um festival de música em Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco, que decorreu na semana passada. Numa operação mais alargada e com mais dias (intitulada Operação Egitânea, de 16 a 29 de Julho), a GNR deteve ainda mais 23 pessoas no concelho de Idanha-a-Nova e áreas circundantes.

Os resultados da Operação Lua Cheia (dentro do recinto) e da Operação Egitânea (dentro e fora do recinto) foram divulgados pelas autoridades esta segunda-feira, em comunicado. 

Os detidos dentro do recinto têm idades compreendidas entre os 22 e os 48 anos e já foram presentes a um primeiro interrogatório judicial. Quatro deles foram sujeitos à medida de coacção de prisão preventiva e um foi proibido de voltar a entrar no recinto do festival. Os restantes 18 aguardam ainda a decisão quanto às medidas de coacção.

A operação dentro do recinto foi feita numa tentativa de combate ao tráfico das chamadas drogas sintéticas, que costumam ser consumidas neste tipo de eventos, refere a polícia. A investigação começou há três meses, “com a finalidade de sinalizar e neutralizar a acção de indivíduos que se deslocam até ao nosso país com o único propósito de comercializar substâncias proibidas”. No terreno esteve presente uma equipa do Laboratório de Polícia Científica da PJ.

A Operação Lua Cheia resultou ainda na apreensão de 1800 doses de haxixe, 3650 de MDMA, 900 doses individuais de liamba, 75 de cocaína, 1100 de anfetaminas, 1216 pastilhas de ecstasy, 801 micro-selos de LSD, 26 frascos de LSD em estado líquido, 40 gomas impregnadas com LSD, 216 gramas de cogumelos alucinogénios, 77 gramas de ópio, entre outras drogas. Foi também apreendido equipamento informático de som e de imagem e cerca de 91 mil euros em dinheiro. Já fora do recinto, na operação mais alargada, a GNR apreendeu 8498 doses de droga.

As detenções e apreensões de drogas já têm acontecido durante o festival em anos anteriores