Barnier reitera que há "enormes" divergências entre UE e Londres

Os líderes da União Europeia fazem nesta sexta-feira mais um ponto de situação sobre as negociações com o Governo britânico sobre os termos da saída do Reino Unido.

Michel Barnier
Foto
Michel Barnier Reuters/STRINGER

O chefe das negociações do "Brexit" da União Europeia (UE) com o Reino Unido, Michel Barnier, reiterou nesta sexta-feira que persistem “enormes e sérias divergências” entre Bruxelas e Londres, nomeadamente sobre a questão das Irlandas.

“Houve progressos, mas persistem enormes e sérias divergências, particularmente sobre a Irlanda e a Irlanda do Norte”, disse Barnier, à entrada para o segundo e último dia do Conselho Europeu.

Num formato a 27, os líderes da UE fazem nesta sexta-feira mais um ponto de situação sobre as negociações com o Governo britânico em relação aos termos da saída do Reino Unido.

Um dos pontos é a forma como se resolve a única fronteira terrestre, que liga a Irlanda do Norte (Reino Unido) à República da Irlanda (UE), e na qual não será instalado qualquer posto fronteiriço mas sem que Londres tenha apresentado uma solução, depois de ter anunciado que também sai da União Aduaneira.

Sobre as propostas que Londres deverá apresentar na próxima semana, Barnier disse esperar que sejam “realistas e realizáveis”.

Na quinta-feira, a primeira-ministra britânica, Theresa May, adiantou estar pronta para “intensificar e acelerar o ritmo das negociações”, salientando que o Governo divulga na próxima semana um livro branco no qual será apresentado com mais detalhe a forte parceria que o Reino Unido espera ter com a UE.