Esta é uma das fotografias captadas pela artista.
Foto
Esta é uma das fotografias captadas pela artista. DR

A floresta morreu. Podemos dedicar-lhe um requiem?

Está a decorrer um crowdfunding para realizar um requiem à floresta portuguesa. A campanha Home Is The Place Where Fire Burns, da autoria de Martina Vídenová, termina a 15 de Julho.

Martina Vídenová, compositora checa de música cinematográfica, está a preparar um requiem à floresta portuguesa. Sim, um requiem, uma missa celebrada em homenagem aos mortos. Mas, se a floresta morreu, porque não fazer-lhe um funeral?

A ideia surgiu no Verão de 2013, quando a musicóloga viajava de carro pelo Norte de Portugal. "Houve uma tarde em que passei por muitos incêndios florestais e fiquei em choque", conta. "Quando uma floresta arde na República Checa, por mais pequena que seja, há reportagens nos principais canais de televisão, é uma raridade."

Durante dias não conseguiu largar a máquina fotográfica e, no regresso, contava com uma série de fotografias documentais dos incêndios. Vai apresentá-las numa exposição em Praga, em colaboração com o Instituto Camões. "No meu país ninguém sabe que acontecem tantos incêndios todos os anos em Portugal e ninguém sabe que as causas são principalmente humanas", nota.

Para além de Musicologia, Martina Vídenová estudou durante algum tempo Estudos Portugueses na Universidade de Praga. Apaixonou-se desde logo pela sonoridade da língua portuguesa e, quando visitou o país pela primeira vez, sentiu-se em casa. Tinha de ajudar Portugal e, assim, nasceu o requiem às florestas portuguesas.

PÚBLICO -
Foto
A campanha Home is the Place Where Fire Burns termina a 15 de Julho. DR

Com cerca de nove minutos, o requiem minimalista, inspirado na música clássica contemporânea, será apresentado em concerto e gravado em CD e vinil pelos membros da Orquestra Sinfónica do Porto e do Coro da Casa da Música. Existirá ainda um videoclipe, gravado a preto e branco no cenário de uma floresta ardida, que a artista prevê que seja lançado em Novembro de 2018.

Através da fotografia e da música, Martina procura sensibilizar a população para os incêndios nas florestas portuguesas, bem como honrar a memória das vítimas dos fogos florestais e suas famílias.

O crowdfunding no GoGetFunding, promovido por Martina Vídenová e pelo co-produtor Tomás Valle, procura angariar 6200 euros, destinados ao pagamento dos músicos, aluguer de material, produção e pós-produção do requiem e do vídeo, transporte e logística, alimentação para os dias do projecto, contabilidade e assistência. A campanha Home is the Place Where Fire Burns está activa até 15 de Julho.