Barbra Streisand mandou clonar Samantha: duas vezes

Além dos clones Miss Violet e Miss Scarlett, a actriz tem ainda uma terceira cadela chamada Miss Fanny.

Foto
Instagram @barbrastreisand

Barbra Streisand revelou à Variety que os seus dois cães, Miss Violet e Miss Scarlett, são clones de Samantha, uma Coton du Tulear de 14 anos, que morreu o ano passado. "Eles têm personalidades diferentes. Estou à espera que envelheçam para ver se têm os olhos castanhos e sérios de Samantha", contou a actriz que retirou células da boca e do estômago da cadela antes daquela morrer para que o processo de clonagem pudesse ser feito.

Quando Miss Violet e Miss Scarlett chegaram, Barbra vestiu-as de vermelho e de lavanda para as saber distinguir. Mas enquanto aguardava pela chegada dos clones, a actriz recebeu em sua casa outra cadela, à qual deu o nome de Miss Fanny. Apesar de não ser um clone, tinha uma relação distante com Samantha. O criador trouxe a cadela que inicialmente se chamava Funny Girl, nome do musical com que Streisand se estreou. No entanto, Barbra mudou-lhe o nome para Miss Fanny, alusivo à personagem Fanny Brices do musical que a actriz interpretou em 1968.

Para a revista, a cantora e actriz fez uma fotografia, na sua mansão, em Malibu, ao lado das três cadelas. Então, sugeriu que na legenda escrevessem Send in the clones, ou seja, “que entrem os clones”. Uma brincadeira que faz referência a uma das suas músicas, Send in the clowns, em português “Que entrem os palhaços”.