Paulo Pimenta
Foto
Paulo Pimenta

NOS Primavera Sound: um “caldeirão perfeito” de concertos

Justice, Bon Iver, Aphex Twin, Run The Jewels, Miguel, Against Me e Angel Olsen são alguns dos destaques do NOS Primavera Sound que arranca esta quinta-feira

O director do NOS Primavera Sound considera que artistas como Justice, Bon Iver, Aphex Twin, Run The Jewels, Miguel, Against Me e Angel Olsen compõem um "caldeirão perfeito" para três dias de "grandes concertos".

Em entrevista à Lusa a dias do arranque da edição do NOS Primavera Sound 2017, o director do evento, José Barreiro, não hesita em dizer que os grandes destaques são os franceses Justice, que fecham o cartaz da primeira noite, na quinta-feira, Bon Iver, porque é um dos "produtores mais conceituado da música internacional" e apresenta um novo disco na sexta-feira, e Aphex Twin na noite de sábado, por ser um "artista de culto da música electrónica".

José Barreiro define, assim, esta edição como um "caldeirão perfeito" para "três dias de grandes concertos" de "grande emoção". Para concluir os três dias de festival, José Barreiro avisa, todavia, que todos os artistas têm uma "igual importância no cartaz", enumerando, por exemplo, Run The Jewels, Miguel, Flying Lotus, Make-Up, Against Me ou Angel Olsen.

Questionado sobre ter dito que o cartaz de 2017 era "menos comercial" e, por isso, uma "aposta de risco", José Barreiro explicou que as escolhas foram "um risco", mas um "risco calculado", porque sabem que o público é "fiel ao conceito Primavera Sound" e porque sabem que as pessoas "querem ver espectáculos que normalmente não vêem noutros festivais". "O risco deste ano foi mais no sentido de mais hip-hop, mais R&B, mais actualidade (...) e não concertos mais tradicionais, mais de guitarra, que também temos, porque faz parte do ADN Primavera, mas quisemos arriscar mais um bocadito". Com sucesso: a resposta do público foi "fabulosa".

O NOS Primavera Sound vai ter a sua sexta edição no Parque da Cidade do Porto a partir de quinta-feira, terminando no sábado, dia 10 de Junho. Na quarta-feira, o festival programa várias actuações em cinco bares do Porto (Hard Club, Café Au Lait, Maus Hábitos, Passos Manuel e Plano B). Os passes gerais esgotaram há três semanas e os bilhetes para o dia 9 de Junho esgotaram esta terça-feira, informou a organização.