Câmara de Loures desactiva escola básica que funcionava em contentores

Novo estabelecimento escolar vai albergar 125 alunos. Vereadora satisfeita por "solucionar um problema que já se arrastava há oito anos".

RG Rui Gaudencio
Foto
RG Rui Gaudencio

Os mais de 100 alunos da Escola Básica n.º 1 de Camarate, em Loures, que estudavam até agora em contentores-monoblocos, vão ser transferidos para um novo estabelecimento escolar, anunciou na manhã desta quarta-feira a Câmara Municipal. Desde 2009 que os alunos do 1.º ciclo e do pré-escolar tinham aulas em contentores-monoblocos, uma situação que sempre foi apontada como provisória.

Após oito anos, a escola vai ser desactivada e os actuais alunos ("cerca de 125") vão ser transferidos para um novo estabelecimento escolar, construído do outro lado da estrada. 

A nova Escola Básica e Jardim de Infância de Camarate resulta de um investimento do município de 2,2 milhões de euros e dispõe de oito salas de 1.º ciclo e três de jardim de infância, além de refeitório, cozinha, biblioteca, ginásio, campo de jogos polivalente e uma horta pedagógica.

A vereadora responsável pelo pelouro da Educação, Maria Eugénia Coelho, declarou à Lusa que está muito satisfeita pelo facto de a autarquia ter conseguido "solucionar um problema que já se arrastava há oito anos". "A anterior situação era inexplicável. Estes alunos nunca tiveram o direito de estudar numa escola a sério e isso deixava-nos tristes. A partir de hoje essa situação mudou e agora têm uma escola a sério", destacou.

A câmara de Loures oficializou também a contratação de 48 novas assistentes operacionais para reforçar as escolas do concelho, no distrito de Lisboa.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações