Petição contra nome de Soares no aeroporto do Montijo já aterrou no Parlamento

Signatários fazem sugestões, tais como Gago Coutinho, Sacadura Cabral, Jaime Neves ou Salgueiro Maia.

Foi Marcelo quem sugeriu o nome Mário Soares
Foto
Foi Marcelo quem sugeriu o nome Mário Soares Rui Gaudencio

Ainda não há aeroporto, mas a discussão à volta do nome já levantou voo. Depois de o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter sugerido chamar Mário Soares ao novo aeroporto complementar de Lisboa, previsto para o Montijo, um grupo de quase mil cidadãos insurgiu-se e fez uma petição. O documento deu entrada na Assembleia da República (AR) e tem um número suficiente de assinaturas para ser discutido em plenário: pelo menos 9510, segundo a informação disponível na petição online.

O texto da petição chama mesmo “fulano” ao antigo Presidente da República, Mário Soares, que morreu em Janeiro. Com o título Impedir o nome Mário Soares no aeroporto do Montijo, a petição quer “que a Assembleia da República defina o nome do novo aeroporto do Montijo, devendo ficar completamente colocada de parte o nome de Mário Soares para esse aeroporto e qualquer outra obra de grande envergadura. Haja respeito por mais de um milhão de portugueses que foram mais que prejudicados por esse fulano”. No final, uma “nota em relação ao substantivo ‘fulano’”, remetendo para um dicionário online no qual as explicações são as seguintes: “pessoa cujo nome não se conhece ou não se quer mencionar”; ou, em sentido coloquial, “indivíduo; sujeito”.

No documento, os signatários apresentam ainda as suas sugestões: “O objectivo desta petição será o de solicitar à Assembleia da República que defina o nome do novo aeroporto do Montijo. Estando o povo português tão ávido de ideias agregadoras da sua identidade, o nome do novo aeroporto deveria considerar os verdadeiros heróis aeronáuticos portugueses como Gago Coutinho ou Sacadura Cabral ou os verdadeiros heróis da Revolução como o general Jaime Neves ou o capitão Salgueiro Maia que tanto foram votados ao esquecimento.”

Passava pouco mais de um mês sobre a morte do antigo Presidente, quando Marcelo Rebelo de Sousa sugeriu a homenagem: “Se é possível ao Presidente da República fazer neste ensejo alguma sugestão, ela é de que essa nova realidade mereça o nome de Mário Soares, homenagem justa a quem tanto serviu o país e que assim pode ficar perpetuado numa realidade essencial para o nosso progresso colectivo”, disse em Alverca.

É a segunda vez em pouco tempo que o nome de um aeroporto suscita polémica em Portugal. No início de Março soube-se que a alteração do nome do Aeroporto da Madeira para Cristiano Ronaldo estava a provocar um braço-de-ferro entre o Governo de Lisboa e o do Funchal. A operação de naming deverá concretizar-se no final do mês.