Terry Gilliam inicia filmagens de Dom Quixote sem Paulo Branco

O realizador e membro dos Monty Python já está a rodar O Homem que Matou Dom Quixote. O produtor português, que teria adquirido os direitos do filme, deixou de integrar o projecto.

Foto
DR

O realizador e membro dos Monty Python Terry Gilliam iniciou esta semana as filmagens do projecto O Homem que Matou Dom Quixote. É a publicação IndieWire que o garante, citando uma fonte próxima da produção. As rodagens eram para ter tido início em Setembro do ano passado, mas em Outubro o realizador veio a público afirmar que havia problemas com o financiamento da obra, produzida pelo português Paulo Branco.

Uns dias mais tarde, o realizador americano partilhou mesmo no Facebook uma ilustração em que acusava o produtor português de ser responsável pelo mais recente atraso do seu projecto cinematográfico. Recorde-se que em Abril do ano passado Paulo Branco havia comunicado a aquisição dos direitos do filme que adapta ao cinema o clássico de Cervantes e cujas filmagens aguardam início há já 15 anos. Na altura contactado pelo PÚBLICO, Paulo Branco recusou reagir à polémica, o mesmo sucedendo agora. Em novo contacto efectuado esta sexta-feira, Paulo Branco diz preferir não fazer qualquer comentário. A notícia da IndieWire, que cita um representante de Paulo Branco, refere que o português não produzirá a obra devido a desentendimentos com Terry Gilliam.

O projecto O Homem que Matou Dom Quixote tem mais de 15 anos. As filmagens começaram em 2000 com Johnny Depp e Jean Rochefort à cabeça do elenco. A atribulada aventura de Gilliam com Dom Quixote já deu mesmo origem a um documentário, Lost In La Mancha.

Duas fotos publicadas na rede social Instagram dão conta do início filmagens. Uma delas é da actriz Rossy de Palma, que já integrava essa produção original de 2000. Na legenda da foto lê-se “finalmente estamos aqui”. De acordo com o IMDb, os actores Adam Driver, Jonathan Price e Olga Kurylenko terão os papéis principais. Quanto ao financiamento, reina o mistério. Terry Gilliam havia assinado um acordo com os estúdios Amazon, em Cannes, em 2015, mas não é claro se O Homem Que Matou Dom Quixote está incluído nesse acordo.