Carmona Rodrigues apoia líder do CDS/PP na corrida à Câmara de Lisboa

Assunção Cristas é "jovem, corajosa e fez um trabalho excelente como ministra", considera ex-autarca.

Foto
©Enric Vives-Rubio

A presidente do CDS/PP, Assunção Cristas, acaba de ganhar um apoio na corrida à Câmara de Lisboa. Carmona Rodrigues revela esta segunda-feira, numa entrevista ao Diário de Notícias, que está disponível para a apoiar nas autárquicas marcadas para daqui a um ano.

“Tenho ideia de ser uma pessoa jovem, corajosa, que fez um trabalho excelente como ministra e de forma muito eficaz, sempre com uma postura muito prática e transparente, com energia. Preenche muito o espaço de centro-direita”, declarou o antigo presidente da Câmara de Lisboa.

Considerando que “mais valia os partidos dessa área reconhecerem nela uma grande candidata”, Carmona Rodrigues adiantou ter já “dado o seu nome” para a apoiar, mostrando-se convicto de que Cristas “vai ter um resultado muito bom, independentemente dos apoios que possa vir a ter”.

Sobre Fernando Medina, o actual presidente daquela autarquia, Carmona Rodrigues diz que o resultado eleitoral dependerá da equipa “que vai levar”, para qualificar o actual elenco camarário como um grupo “de jovens que sempre só trabalharam no partido” e que são por isso “carteiristas partidários” que “não trazem nenhum aporte, excepção feita a Manuel Salgado, actual vereador do Urbanismo". 

Carmona Rodrigues abandonou a presidência da Câmara de Lisboa em 2007, a meio do mandato, por suspeitas de irregularidades na permuta de terrenos do Parque Mayer e da Feira Popular com a Bragaparques, abrindo assim a porta à vitória do PS de António Costa. Em 2014, o tribunal inocentou-o dos crimes de que era acusado.

Sugerir correcção