Gestão das escolas vai ser estudada por universidades

Projecto deverá estar concluído no final de 2019.

Foto
Estudo abrangerá também a gestão que é feita na sala de aula

Três universidades portuguesas vão fazer um estudo sobre as competências de gestão das escolas do ensino básico e secundário. São elas a Universidade Católica Portuguesa, a Universidade do Minho e a Católica Porto Business School, que venceram um concurso lançado pelo EDULOG, think tank da Educação da Fundação Belmiro de Azevedo, para formação de parcerias de investigação sobre "Competências de Gestão nas Escolas".

O projecto, intitulado EDUGest - Gestão escolar e melhoria das escolas, arranca em Janeiro de 2017 e deverá estar concluído no final de 2019. Durante estes 36 meses, a equipa de investigadores vai analisar não só os órgãos de gestão e estruturas pedagógicas das escolas, mas também as suas práticas organizacionais e a gestão que é feita na sala de aula.

"Recebemos propostas de investigação muito interessantes e bem fundamentadas, porém esta proposta sobressaiu pela sua abrangência e coerência. Através deste projecto esperamos vir a identificar linhas de intervenção para uma melhor gestão escolar", explicou Alberto Amaral, coordenador científico do EDULOG.

O consórcio das três universidades vencedoras apresentou como mais-valia a combinação do trabalho de investigação com três estudos de caso, o que garante um maior contacto com a realidade escolar portuguesa e seus principais actores, indicou o gabinete de imprensa da organização.

Sugerir correcção