Preço das casas em Lisboa subiu 22% em três anos

Dados do Confidencial Imobiliário revelam aumento de 5,3% a nível nacional.

Foto
Pressão compradora em Lisboa é superior à do resto do país Rui Gaudêncio

O preço das casas em Lisboa subiu 22% entre os finais de 2012 e de 2015, completando oito trimestres de recuperação consecutiva, revelam os dados da Confidencial Imobiliário (Ci), no âmbito do Índice de Preços Residenciais, divulgados esta segunda-feira.

A valorização do índice foi de 11,9% em 2015,  sendo o último ano o que apresentou melhor desempenho, ao exceder a retoma de 7,5% que tinha sido observada em 2014. A compra de casas para fins turísticos, em especial no arrendamento de curta duração, é uma das razões para a recuperação de preços.

Esta tendência é igualmente visível no comportamento do preço das casas a nível nacional, embora a recuperação tenha sido mais moderada. Desde o segundo trimestre de 2013, que foi o momento em que índice atingiu o valor mais baixo desde 2009 (início a série), o preço das casas em Portugal (Continental) já subiu 5,3%.

Também no mercado nacional, o ano de 2015 foi aquele em que a recuperação foi mais expressiva, com os preços a valorizarem 2,9% face a 2014. Nesse ano, a subida de preços relativamente ao ano anterior (2013) tinha sido de 2,3%.

Nos dois primeiros meses de 2016, o preço da habitação em Portugal tem-se mantido relativamente estável face ao final de 2015. "Quando comparado com igual período do ano anterior, a tendência continua a ser de crescimento, com o preço a subir 2,6% nos dois primeiros meses deste ano face ao período homólogo”, revela a Ci.

A Ci é uma empresa independente, especializada na produção e difusão de indicadores de análise do mercado, detendo índices e bases de dados exclusivas sobre a oferta e vendas de fogos, com detalhe à freguesia.