Opinião

É o seu voto que decide!

O apoiante PS do dia 3 de Outubro, afinal, não sabia que o seu voto do dia 4 não decidia nada.

Um dos últimos cartazes eleitorais do PS deste Outono fazia o seguinte apelo à mobilização:

“Convençamos os indecisos UM A UM. Daqui até domingo, temos que LUTAR. Por todo e CADA VOTO.

É o seu voto que decide. Domingo, 4 de Outubro, vote PS.”

Mas o apoiante PS do dia 3 de Outubro, afinal, não sabia que o seu voto do dia 4 não decidia nada. Quem decide tudo é o aparelho e a direcção do PS.

Todos os votos são iguais? Deviam ter força igual? Os do PS está visto que não valem nada, porque quem sabe e quem manda é António Costa. O “querido líder” que sabe (muito) bem o que quer e para onde vai. Saberá ele?

O votante PS do dia 4 de Outubro, nestes dias pesados e cinzentos em que se faz calado e silencioso, não sabe. Porque não votou no PCP, nem no Bloco de Esquerda. Mas começa a perceber. Que uma coisa são os erros dos cartazes e outra diferente a ocultação consciente e deliberada. E intui que também na política há, tem de haver, uma diferença essencial e cósmica entre verdade e mentira.

Advogado, conselheiro nacional do CDS