Médio Tejo promovido com aplicação gratuita para telemóveis

App Descubra Médio Tejo dá a conhecer o património cultural, religioso, arqueológico, natural e os museus de 13 concelhos.

Foto
DR

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) disponibilizou uma aplicação móvel gratuita (app) para smartphones com conteúdos turísticos e uma agenda de eventos que pretendem valorizar e promover o território.

A presidente da CIMT e da Câmara Municipal de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, disse à Lusa que a aplicação, lançada na terça-feira, resulta de uma parceria com a Digital Gravity e de uma candidatura ao Programa Operacional Regional, para a afirmação regional, no valor de 70 mil euros (com 85% de comparticipação comunitária), visando valorizar o território através da promoção turística.

A autarca adiantou que a app Descubra Médio Tejo é o "corolário" de um projecto que se iniciou com a criação de uma aplicação para cada um dos 13 concelhos da região, que tem o mesmo princípio e a mesma plataforma, sendo que esta abrange o conjunto do território do Médio Tejo e constitui a primeira iniciativa de caráter intermunicipal na área turística.

"Esta fase está encerrada", afirmou, acrescentando que o próximo passo é disponibilizar a aplicação noutras línguas, a começar pelo inglês.

Segundo a autarca, verificou-se que as apps que foram sendo criadas em cada um dos concelhos foram descarregadas em vários países, pelo que a expectativa em relação a esta ferramenta "é grande".

A app Descubra Médio Tejo dá a conhecer as principais características da região, o património cultural, religioso, arqueológico, natural e os museus de cada um dos 13 concelhos, assim como os locais onde os visitantes podem pernoitar e comer.

Maria do Céu Albuquerque disse à Lusa que, em parceria com o Instituto Politécnico de Tomar e três associações de desenvolvimento regional, foi ainda criada uma agenda de eventos que dá acesso, a quem vive ou visita a região, a toda a informação sobre as iniciativas que decorrem em cada concelho ou que têm um âmbito supramunicipal, uma vez que os municípios e os agentes culturais podem colocar as iniciativas que realizam na plataforma.

Para quem não dispõe de um smartphone, existe uma página na Internet que "está a ser melhorada para dar mais visibilidade a todas as aplicações", sendo que, além dos 13 municípios do Médio Tejo há mais cinco que aderiram à plataforma Descubra, adiantou.

A CIMT integra os concelhos de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Mação, Ferreira do Zêzere, Ourém, Sardoal, Tomar, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha (do distrito de Santarém) e Vila de Rei e Sertã (distrito de Castelo Branco).