Ministério Público pede pena de prisão para GNR acusado de usar arma em striptease

Procurador diz que militar "agiu com enorme leviandade e dolo imenso”.

O Ministério Público (MP) pediu nesta terça-feira dois anos de prisão para um militar da GNR, em Vila Nova de Gaia, acusado de usar a arma de serviço, uma Glock, modelo 19, em sessões de striptease, em 2014.

Ministério Público pede pena de prisão para GNR acusado de usar arma em striptease

O Ministério Público (MP) pediu nesta terça-feira dois anos de prisão para um militar da GNR, em Vila Nova de Gaia, acusado de usar a arma de serviço, uma Glock, modelo 19, em sessões de striptease, em 2014.

“Agiu com enorme leviandade e dolo imenso”, referiu o procurador do MP durante as alegações finais, no Tribunal São João Novo, no Porto.

O cabo da GNR, de 32 anos, está acusado de comércio ilícito de material de guerra, um crime punido pelo Código de Justiça Militar com uma moldura penal de um a quatro anos.