Exportações de bens e serviços cresceram 2,6% no primeiro trimestre

Subida das importações foi superior ao aumento das vendas ao estrangeiro.

Governo quer construir novo terminal na margem sul do Tejo
Foto
Governo quer construir novo terminal na margem sul do Tejo Nuno Ferreira Santos

As exportações portuguesas registaram uma subida de 2,6% no primeiro trimestre do ano, segundo o boletim estatístico do Banco de Portugal, divulgado nesta quinta-feira.

A exportação de bens, que totalizou 11.734 milhões de euros, cresceu 1,7%, tal como já tinha sido divulgado pelo Instituto Nacional de Estatísticas, com uma penalização forte provocada pela quebra de 30% na venda de combustíveis e lubrificantes, que representaram quase 7% do total das exportações de bens nos primeiros três meses do ano.

Já a exportação de serviços registou um aumento de 5,2%, para os 4267 milhões de euros. O sector das viagens e turismo é o que tem mais peso nas exportações de serviços, tendo subido 5,9% no trimestre e totalizado 1563 milhões de euros, o equivalente a 11% do total de serviços. Já a exportação de serviços de transporte subiu 7,6%, para 1390 milhões de euros.

Feitas as contas com os dados disponíveis na base de dados estatística do Banco de Portugal, o ritmo de crescimento das exportações é superior ao do primeiro trimestre do ano passado, período em que a subida tinha sido de apenas 1,3%. A média anual de 2013 foi de 5,7%.

Por outro lado, as importações, que tinham caído 5,6% nos primeiros três meses de 2013, registam agora um crescimento de 6,4%. A importação de bens totalizou 14.334 milhões de euros até Março deste ano, o que significa um incremento de 6%, ao passo que a importação de serviços subiu 2,3%, para 2672 milhões de euros.

O défice comercial no trimestre foi de 1005 milhões de euros, acima dos 386 milhões observados no período homólogo.