Portugal é o terceiro país da OCDE com mais desemprego entre os jovens

Espanha e Itália têm a taxa de desemprego mais elevada entre os 34 países membros da organização.

Na OCDE há 45,9 milhões de pessoas desempregadas
Foto
Na OCDE, há 45,9 milhões de pessoas desempregadas Paulo Pimenta

Portugal é o terceiro país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) com a taxa de desemprego jovem mais elevada, depois de Espanha e de Itália. Em Março, 35,4% da população activa entre os 15 e os 24 anos não tinha emprego, um aumento em relação aos meses de Fevereiro e Janeiro.

Em Espanha, 53,9% dos jovens estão nesta situação (a mesma percentagem que em Fevereiro). Já em Itália, o problema afecta 42,7% dos jovens. A taxa de desemprego jovem na OCDE em Março situa-se nos 15,5% (15,4% no primeiro trimestre), enquanto a da União Europeia chega perto dos 23%.

Na OCDE, há 45,9 milhões de pessoas desempregadas, mas a taxa (de 7,5%) mantém-se desde o início do ano. Em Portugal, a organização indica que 15,2% da população activa está no desemprego, o mesmo valor de Janeiro e Fevereiro e um recuo face aos 16,5% registados no ano de 2013. A maior parte dos países manteve os mesmos níveis em Março e Espanha é o elemento da organização com mais pessoas sem trabalho (25,3% nesse mês).

Há mais mulheres no desemprego que homens (a taxa cresceu 0,1 pontos percentuais em Março), ainda que entre os desempregados do sexo masculino se tenha registado um ligeiro recuo, de 15% em Fevereiro, para 14,9% em Março. A média da OCDE é de 7,7% de desemprego entre as mulheres e de 7,4% entre os homens.