PT fica com 37,4% da Oi após o aumento de capital

Período de subscrição de acções no âmbito da operação está concluído, anuncia Portugal Telecom.

Accionistas da PT vão receber dividendos de 10 cêntimos por acção
Foto
Accionistas da PT vão receber dividendos de 10 cêntimos por acção João Gaspar

Os accionistas da Portugal Telecom vão passar a deter, directa e indirectamente, 37,4% do capital social da Oi depois da liquidação do aumento de capital, incluindo 40,7% de participações com direito a voto da Oi. A empresa portuguesa anunciou, nesta terça-feira, estar concluído o período de subscrição de acções no âmbito do aumento do capital da Oi.

A liquidação desta operação está prevista para 5 de Maio e, nessa data, a PT terá de “proceder à liquidação em espécie das acções por si subscritas”, diz a empresa, num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e à congénere brasileira.

O encaixe total é de 13.100 milhões de reais (excluindo despesas) e serão emitidas 2.142.279.524 acções ordinárias ao preço de 2,17 reais por acção e 4.284.559.049 acções preferenciais (PN) ao preço de dois reais por acção. “Tendo em consideração o valor da avaliação independente dos Activos PT realizada pelo Banco Santander (Brasil), de 5.709,9 milhões de reais, a PT subscreveu 1.045.803.934 acções ordinárias e 1.720.252.731 acções preferenciais emitidas pela Oi”, lê-se no documento.

Os títulos da PT vão manter-se em bolsa até à conclusão da fusão. Os accionistas irão receber 3,64 acções da Oi por cada acção da PT. Além disso, receberão um dividendo de dez cêntimos de euro por acção, medida ainda sujeita a aprovação.