McCain publica artigo contra Putin no Pravda online

Senador americano foi convidado pelo jornal russo depois de Putin ter publicado opinião no New York Times.

Foto
John McCain escreveu aos russos AFP

O artigo foi feito a convite do jornal russo, como resposta à indignação de alguns políticos norte-americanos, McCain incluido, por Putin ter publicado um artigo de opinião no New York Times. A guerra da Síria e a ameaça americana de realizar ataques contra o regime de Damasco eram o tema de Putin. McCain escolheu outro assunto: Vladimir Putin.

O americano escreve que os cidadãos russos merecem viver numa sociedade livre e de acordo com "direitos inalienáveis" como os que existem na Constituição dos EUA. "O Presidente Putin não acredita nesses valores porque não acredita em vocês. Ele não acredita que, em liberdade, a natureza humana pode crescer com justiça, paz e prosperidade social. Pelo menos não acredita que os russos possam. Por isso governa usando as fraquezas, a corrupção e a violência", escreveu McCain.

Alguns políticos norte-americanos criticaram a ousadia de Putin ao dirigir-se aos americanos. John McCain considerou o artigo de Putin um "insulto à inteligência dos americanos". O Presidente russo, dirigindo-se directamente aos americanos, defendeu que os EUA não deviam atacar a Síria e explicou que Barack Obama estava a cometer um erro que ia custar caro, porque iria arrastar todo o Médio Oriente para um conflito.

Agora, na resposta e dirigindo-se também aos russos, o senador criticou a aliança de Putin com o regime de Damasco, dizendo aos russsos que merecem um chefe de Estado que não se alie a um ditador. "Ele não está a ajudar a reputação da Rússia. Está a destruí-la. É amigo dos tiranos, inimigo dos oprimidos e as nações que tentam construir um mundo pacífico e próspero desconfiam dele."

Finalmente, o senador faz um reparo: "Ao criticar o vosso Governo, não estou a ser anti-Rússia. Faço-o porque acredito que merecem um governo que acredite em vocês. E espero com ansiedade o momento em que isso aconteça."