Vítor Gaspar já tem gabinete preparado no Banco de Portugal

Ex-ministro das Finanças poderá ocupar o cargo de conselheiro especial.

Vítor Gaspar reafirmou determinação do Governo em cumprir metas da troika
Foto
Gaspar deve voltar ao Banco de Portugal Daniel Rocha

Vítor Gaspar deverá regressar ao Banco de Portugal (BdP) como consultor especial, o cargo que exercia antes de ir, em Junho de 2011, para o Governo a convite do actual primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.

Esta é pelo menos a expectativa que existe dentro da instituição de supervisão, onde foram dadas instruções para se preparar um gabinete na Rua do Comércio, com uma localização próxima da administração liderada por Carlos Costa.

No BdP admite-se que o regresso de Vítor Gaspar, como conselheiro especial, tenha como finalidade permitir ao ex-ministro cumprir um período de nojo, antes de ser chamado a exercer funções de maior relevância.

Casado com a actual directora adjunta da direcção de Relações Internacionais do supervisor, Gaspar entrou para o BdP no início da década de noventa, quando o economista António Borges era vice-governador. No BdP foi igualmente Director de Investigação e Estatísticas do Departamento.

Licenciado em Economia pela Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica (em 1982), Gaspar completou em 1988, na Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa, o doutoramento em Economia. Entre 1998 e 2004, foi director-geral da área de investigação do Banco Central Europeu.

Gaspar demitiu-se a semana passada, após ter concluído que já não tinha condições para continuar à frente da pasta das Finanças e manter-se a negociar com a troika.

A demissão foi acompanhada de uma carta, onde deixou criticas à acção governativa de Pedro Passos Coelho, o que abriu espaço à actual crise política, com a renúncia “irrevogável” do Ministro dos Negócios Estrangeiros Paulo Portas (Portas acabou por recuar na decisão de abandonar o Governo).

O nome indicado para substituir Gaspar à frente do Ministério das Finanças é o de Maria Luís Albuquerque, que exerceu as funções de secretária de Estado das Finanças de Gaspar.