Europeus acreditam que o dinheiro vai desaparecer

Estudo da MasterCard diz que 44% dos europeus acreditam que o dinheiro vai tornar-se obsoleto e será ultrapassado por outras formas inovadoras de pagamento.

Evolução tecnológica dos sistemas de pagamentos electrónicos é cada vez mais rápida
Foto
Evolução tecnológica dos sistemas de pagamentos electrónicos é cada vez mais rápida Rui Gaudêncio

Os europeus acreditam que o dinheiro será uma coisa do passado e será ultrapassado rapidamente pela inovação. Um estudo da MasterCard, feito com base em inquéritos a 3310 pessoas de oito países (Portugal não está incluído), diz que 44% dos inquiridos estão convencidos de que as notas e as moedas que transaccionamos diariamente vão desaparecer.

A evolução tecnológica dos sistemas de pagamentos electrónicos é cada vez mais rápida. De pagamentos com telemóvel a cartões que se encostam a terminais, são múltiplas as novas formas de pagar produtos e serviços. Um estudo da Economist Intelligence Unit avançava recentemente que, em breve, 44% das grandes superfícies vão oferecer tecnologias de pagamento sem contacto nas lojas.

O estudo da MasterCard, divulgado nesta sexta-feira, debruça-se sobre a utilização do dinheiro durante as férias e mostra que 91% dos inquiridos querem ter cartões de pagamento à mão durante este período. Cerca de 51% dizem que procurar uma caixa automática de pagamento “é um desperdício” de tempo, que pode ser aproveitado na praia.

Cada português possui em média dois cartões bancários e, face aos dados de outros países, até somos dos que efectuam mais pagamentos com cartão (cerca de um quinto das transacções)”, diz Paulo Raposo, country manager da MasterCard em Portugal, em comunicado.