Desemprego na Alemanha volta a subir e atinge 2,94 milhões de pessoas

A taxa de desemprego da maior economia da Europa subiu para 6,9% em Abril.

Foto
Incerteza na zona euro influencia mercado laboral na Alemanha Maya Hitij/Reuters

Este é o segundo mês consecutivo de queda homóloga e contraria as expectativas de 29 economistas questionados pela agência Bloomberg, que previam um aumento de mais duas mil pessoas nesta situação.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que a economia alemã deverá crescer pouco mais de 0,6% este ano, numa altura em que os principais clientes das suas empresas na Europa continuam em recessão. Para a zona euro, o FMI aponta uma contracção da economia de 0,3% em 2013, comparável com a quebra de 0,1% estimada em Janeiro. Entre os países mais afectados estão a França e a Itália.

“A incerteza na zona do euro está de volta e a influenciar o mercado de trabalho alemão”, disse David Milleker, economista-chefe da Union Investment GmbH, em Frankfurt. “Eu não esperaria uma redução do desemprego em breve”, sublinhou à Bloomberg.