Fotogaleria
“O Nada”, pela Companhia Integrada Multidisciplinar DR
Fotogaleria
DR

InArte, a arte pela inclusão social

De 8 a 13 de Abril, o teatro São Luiz exibe o encontro internacional de inclusão pela arte, InArte, com a presença de um seminário internacional, espectáculos de dança-teatro, exibição de filmes, concertos e workshops

Estreia hoje a edição deste ano dos encontros internacionais de inclusão pela arte, InArte 2013, no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa.

Durante a semana de 8 a 13 de Abril, o evento apresenta uma mostra de espectáculos performativos, um seminário internacional, concertos de música, exibição de filmes e seis workshops nas áreas do teatro de linguagem gestual, dança para invisuais, artes plásticas e música com a comunidade sem-abrigo.

De entre os espectáculos apresentados, destacam-se, a título de exemplo, o dueto de dança-teatro “Extra-Ordinary”, do vencedor do Ability Media International Award for Dance 2011, David Toole e a performer Lucy Hind, e ainda, “O Nada” da Companhia Integrada Multidisciplinar (CiM) que apresenta a terceira série de uma trilogia transdisciplinar composta por “O Aqui” e “O Depois”, com a participação de intérpretes com paralisia cerebral.

PÚBLICO -
Foto
“Extra-Ordinary”, de David Toole e Lucy Hind DR

Para além de abordar uma variedade de “multiexperiências, em multicomunidades e multifacetas, em vários campos da sociedade”, refere a directora artística, Ana Rita Barata, o InArte coloca à disposição do público, meios acessíveis para as diferentes multideficiências, tais como dispositivos sonoros para invisuais e tradutores de linguagem gestual para surdos, durante as actividades do evento.

“No fundo, a arte pode ser um instrumento maravilhoso para ultrapassar imensas coisas", considera Ana Rita Barata, ao sublinhar que os encontros de inclusão têm o poder de “inspirar muitas outras pessoas”, através da vida de cada um.

Para a directora artística, a inclusão deve ser encarada numa perspectiva de compreensão ao invés de se adoptar uma atitude paternalista: “A nossa postura é completamente diferente, ou seja, a inclusão é uma partilha, um trabalho mútuo entre duas pessoas".

O InArte é uma co-produção com o São Luiz Teatro Municipal e a Associação Vo’Arte, com o objectivo de promover as artes como forma de integração social.

As edições anteriores

Após um trabalho de reflexão e pesquisa nacional e internacional, na área da inclusão, o primeiro encontro InArte, apresentado em 2010, foi dedicado ao trabalho na área da dança com a companhia CiM, que integra bailarinos, actores profissionais e intérpretes na área da paralisia cerebral.

Já em 2011, os encontros foram exclusivamente centrados na formação, na área da dança inclusiva, dado o objectivo, na altura, de criar uma edição intercalar com propósitos educativos.

No ano seguinte, em 2012, o InArte não se realizou, em parte devido aos cortes orçamentais, explica Ana Rita Barata ao P3: “Era impossível de se fazer nas condições que tínhamos” mas “em 2013 conseguimos voltar a erguê-lo, na dimensão do que foi feito em 2010”.

Os preços dos eventos do InArte 2013 variam entre os três e os 50 euros, à excepção dos concertos e da mostra de filmes que são de entrada livre.

Sugerir correcção