Concurso para novos incentivos do QREN arrancou com 25 milhões

Os apoios dirigem-se a, pelo menos, 1250 empresas de quase 180 concelhos “com problemas de interioridade”.

Almeida Henriques, secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional
Foto
Almeida Henriques, secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional Rui Gaudêncio

Um concurso para novos incentivos do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) abriu nesta segunda-feira e destina-se a microempresas de concelhos com problemas de interioridade, revela numa nota o ministério da Economia e Emprego.

Os concursos, a lançar no âmbito do programa “Valorizar”, permitirão atribuir 25 milhões de euros de apoios comunitários do QREN “a projectos de empreendedorismo local, com efeitos na animação económica e na criação de emprego nas zonas abrangidas”, aponta o Governo.

Os referidos apoios destinam-se a “pelo menos 1250 empresas de 177 concelhos com problemas de interioridade”.

“No mínimo, serão beneficiadas 1250 empresas e gerados outros tantos postos de trabalho. No máximo, os apoios em causa poderão abranger 5000 empresas e criar 10 mil empregos directos”, estima o ministério da Economia e Emprego.

As decisões de aprovação de candidaturas terão um prazo máximo de 15 dias.

O Governo aprovou em Dezembro o “Programa Valorizar”, que tem como objectivo combater o despovoamento do interior do país, através de incentivos ao investimento e à actividade produtiva, no valor de 256 milhões de euros.

Em conferência de imprensa na altura, no final do Conselho de Ministros, o secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, Almeida Henriques, disse que este programa resulta da reprogramação dos fundos europeus e de uma linha do Banco Europeu de Investimento (BEI).