Recibos verdes passam a facturas em 2013

Recibos verdes electrónicos vão ser substituídos por “facturas-recibo” para evitar redundâncias.

A ideia das Finanças de incentivar o pedido de factura já vem do final dos anos 90
Foto
OE prevê a redução, até ao final do ano, de 50% dos contratados a termo na função pública Sara Matos

A partir de Janeiro de 2013, os recibos verdes electrónicos vão terminar para serem substituídos definitivamente por “facturas-recibo” ou “facturas electrónicas”, avança nesta quarta-feira o Correio da Manhã, que cita fonte oficial do Ministério das Finanças.

Esta alteração não acarreta custos adicionais para os contribuintes e pretende evitar redundâncias nas profissões que passam a estar obrigadas a emitir facturas electrónicas também a partir de 2013. 

Assim, a partir 1 de Janeiro, diz o Correio da Manhã, os recibos verdes electrónicos passam a ser considerados apenas como facturas-recibo.

O diário avança ainda que a decisão foi já comunicada aos serviços do fisco e que as operações no Portal das Finanças se mantêm sem alterações. <_o3a_p>

Sugerir correcção