Teixeira dos Santos: "Não estou em condições de dizer quanto vai custar a nacionalização do BPN"

Foto
“Não estou em condições de dizer quanto vai custar a nacionalização do BPN”, admitiu Teixeira dos Santos Nuno Ferreira Santos

“Não estou em condições de dizer quanto vai custar a nacionalização do BPN”, disse o ministro, quando questionado pela oposição sobre os custos do processo decidido há um ano.

O ministro apontou para as imparidades do BPN que “não são recuperáveis num horizonte temporal que possibilite previsões”, pelo que salientou que “qualquer número não seria mais do que uma wild guess”.

Teixeira dos Santos disse que na altura da nacionalização do BPN havia entre 140 e 150 mil milhões de euros em depósitos nos bancos portugueses, em 17 milhões de contas, com um valor de depósito médio nos 8.500 euros.

“Pelo menos dez por cento destas contas corriam o risco de serem afectadas pela crise bancária, o que implicaria um custo para o Estado entre os 14 e os 15 mil milhões de euros”, frisou Teixeira dos Santos.

“Foi isto que evitámos ao nacionalizar o BPN. A nacionalização vai ter custos, mas muito inferiores ao cenário que acabei de descrever”, afirmou o ministro.

Sugerir correcção
Comentar