Mais de 25 anos depois de ter sido lançada

Sonda americana Voyager 1 atinge a fronteira do sistema solar

A sonda americana Voyager 1 atingiu as fronteiras do sistema solar, mais de 25 anos depois de ter sido lançada, informaram hoje cientistas americanos.

"Quando as missões Voyager foram lançadas em 1977, nunca pensámos que instrumentos criados há mais de 30 anos pudessem um dia explorar os confins do sistema solar", comentou Louis Lanzerotti, perito em ventos solares e um dos responsáveis pelo funcionamento das sondas.

Situada a mais de doze mil milhões de quilómetros da Terra, a Voyager 1 é a sonda mais longínqua do nosso planeta ainda a transmitir dados, a partir de uma região onde a influência do Sol atinge os seus limites.

"É a primeira vez que um aparelho conseguiu ir para além da atmosfera solar", comentou Stamatios Krimigis, da Universidade Johns Hopkins, em Maryland, citado pela New Scientist online.

Sugerir correcção