Mota-Engil liderou as valorizações

Bolsa de Lisboa fecha a ganhar mais de 1 por cento

O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI 20, fechou hoje a subir 1,03 por cento, para 7.487,74 pontos, em linha com a Europa, numa sessão em a Mota-Engil ganhou quase cinco por cento.

Dos 20 títulos que compõem o PSI-20, 17 fecharam a subir e três a descer, numa sessão em que trocaram de mãos 62,3 milhões de títulos, no valor de 140,4 milhões de euros.

A liderar as subidas estiveram a Mota-Engil, que avançou 4,93 por cento para 2,38 euros, e a Sonae, que ganhou 3,82 por cento para 0,81 euros. Pela negativa, destaque para a REN, que cedeu 0,59 por cento para 2,68 euros, e para a Jerónimo Martins, que recuou 0,36 por cento para 7,59 euros.

No sector energético, a EDP perdeu 0,19 por cento para 2,60 euros, enquanto a Galp ganhou 1,24 por cento para 13,01 euros e a EDP Renováveis subiu 3,03 por cento para 5,10 euros. Na banca, o dia foi de ganhos: o BPI avançou 2,08 por cento para 1,61 euros, o BES 1,28 por cento para 3,45 euros e o BCP 1,20 por cento para 0,67 euros.

A animar os mercados esteve a notícia de que a China poderá acabar com as taxas de câmbio indexadas ao dólar norte-americano.

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.