Finanças públicas

Todos os tópicos

  • A nossa dívida pública não é o desastre que alguns profetas do apocalipse gostam de proclamar.

  • O texto esteve em negociação e deverá ser aprovado pelos ministros das Finanças esta sexta-feira. Com ele chegam também algumas recomendações ao país.

  • Entre 2001 a 2015, Portugal só não esteve em situação de défice excessivo em dois anos: 2004 e 2008.

  • O Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) considera que a redução do saldo elevado da dívida pública é um “desafio” e aconselha também as autoridades portuguesas a enfrentarem o problema do crédito malparado nos balanços dos bancos.

  • O Tribunal de Contas (TdC) considera que o rigor e a transparência das contas do Estado continuam comprometidos, subsistindo situações de desrespeito pelos princípios orçamentais, segundo relatório divulgado hoje.

  • A introdução de uma taxa sobre o VAL só tem sentido se for aplicada pelo menos a nível europeu, e diferente para os sectores económicos, uma vez que se for imposta num só país há o risco das empresas mais inovadoras se deslocarem para regiões onde tal contribuição não exista.