Fernando Ulrich tem mais de 2,7 milhões de euros em acções e lidera a lista de dez executivos que, não sendo os donos das empresas, detêm títulos, seguido por Ferreira de Oliveira, da Galp. Acções são incluídas em planos de remuneração em apenas duas das empresas analisadas.