Dia foi negativo para todas as maiores praças. No PSI20 CTT liderou as descidas

  • Dia foi negativo para todas as maiores praças. No PSI20 CTT liderou as descidas

  • Praças europeias seguem tendência das bolsas chinesas. O PSI-20 perde 1,58%.

  • O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, afirmou estar confiante de que a segunda economia mundial vai cumprir as metas que o Governo fixou para este ano, apesar de reconhecer o impacto da crise bolsista, dizem os meios de comunicação social daquele país. "A China tem confiança para alcançar os seus principais objectivos de desenvolvimento para este ano sob adequadas medidas de reforma para estabilizar e reestruturar a economia", afirmou Li Keqiang, citado pelo jornal oficial China Daily.

  • Banco Popular da China anunciou intervenção para estimular economia depois de nova queda abrupta em Xangai.

  • Uma boa forma de se compreender esta segunda-feira negra que varreu as principais bolsas mundiais é imaginar que a economia chinesa é um automóvel que circula há quase 30 anos acima dos 100km/h e que se depara com uma série de curvas que obrigam o seu condutor, o Governo, a reduzir a velocidade.

  • Queda nos indicadores de actividade industrial alimenta os receios sobre o desempenho da economia chinesa.

  • Empresas ligadas à produção de armas químicas, à pornografia, à pesquisa de células estaminais ou que recorram à mão-de-obra infantil ficam de fora do índice.