Robert Mueller, que lidera a investigação ao suposto conluio entre a Administração norte-americana e Moscovo, pediu todos os documentos sobre, entre outras coisas, a demissão do director do FBI e reuniões entre o Presidente e responsáveis russos.

  • A Reserva Federal (Fed) anunciou hoje que deixou as taxas de juro inalteradas entre 1% e 1,25% e que vai começar em Outubro uma redução gradual da carteira de dívida que adquiriu desde a crise financeira de 2008.

  • Na abertura da Assembleia-Geral da ONU, o secretário-geral da organização voltou a apelar às autoridades birmanesas que parem as intervenções militares contra os rohingya.

  • Primeiro discurso do Presidente dos EUA na Assembleia-Geral da ONU marcado por fortes ameaças ao Irão e à Coreia do Norte e por uma defesa do "patriotismo e orgulho" de cada nação.

  • Furacão é agora considerado "extremamente perigoso" e pode continuar a ganhar força nas próximas horas

  • O Presidente dos EUA vai discursar esta terça-feira na Assembleia-Geral da ONU pela primeira vez. Coreia do Norte e Irão são as suas prioridades.

  • Antiga militar que passou documentos confidenciais ao WikiLeaks falou pela primeira vez após a universidade de Harvard ter cancelado um convite para dar aulas.