Decorrem entre Maio e Novembro cinco visitas guiadas pelas "árvores mais imponentes da cidade" nos Jardins do Palácio de Cristal, Cedofeita, Campanhã e Santo Ildefonso, Arrábida e Campo Alegre.

  • Decorrem entre Maio e Novembro cinco visitas guiadas pelas "árvores mais imponentes da cidade" nos Jardins do Palácio de Cristal, Cedofeita, Campanhã e Santo Ildefonso, Arrábida e Campo Alegre.

  • Vinte e seis árvores da Avenida Guerra Junqueiro e da Praça de Londres estão marcadas para abate, o que indignou cidadãos e comerciantes. A câmara diz que "provavelmente" não serão abatidas todas.

  • O projecto das 100 mil árvores tem para adopção cerca de 20 hectares de árvores nativas. As empresas podem pagar 950 euros por ano e ajudar a manter um hectare livre de espécies invasoras.

  • As obras da barragem do Alqueva abriram uma oportunidade única para que fossem abatidas centenas de árvores e testar um método de datação das oliveiras milenares.

  • Já arrancou o projecto da Câmara do Porto de plantar até 2021 dez mil árvores em vários pontos dos eixos principais da cidade.