O que fazer quando o “ex” não segue em frente e insiste em prolongar o conflito?

Entrar em conflito com o antigo parceiro é uma tentativa de manter algum tipo de relação, dizem as psicólogas Catarina Lucas e Joana Gentil Martins. Não faça como Piqué e Shakira e ignore, pedem.

Foto
Shakira e Piqué terminaram um relação de 11 anos Nuno Ferreira Santos/Arquivo

Shakira atacou o ex-companheiro Gerard Piqué e a sua nova namorada numa canção que está nos ouvidos de todo o mundo. A cantora terá ido ainda mais longe e colocou uma bruxa a apontar para a casa dos pais de Piqué. O cenário de mal-estar entre o ex-casal, que partilha dois filhos, não é inédito e, aliás, ressoa com o fim de muitos relacionamentos. Entrar em conflito com o “ex” é, acima de tudo, uma forma de continuar a manter uma relação, lembram as psicólogas ao PÚBLICO.

Sugerir correcção
Comentar