Benefícios fiscais ao imobiliário atraem dois mil milhões de euros por ano

As isenções e reduções de impostos no negócio imobiliário causam uma “afectação desajustada de capital”. Atraem investimentos que podiam ajudar outros sectores da economia.

Foto
Miguel Manso

John Christensen sabe muito de impostos. Economista, com formação em direito, foi consultor fiscal de empresas e, durante dez anos, consultor do Governo da ilha britânica de Jersey, um dos mais movimentados offshores da Europa. Em 2004, mudou de barricada, levando todo o seu conhecimento para uma organização não governamental (ONG) que co-fundou, a Tax Justice Network, e a que presidiu até ao ano passado. Por isso, quando lhe perguntamos sobre os baixos impostos que os governos aplicam ao negócio imobiliário na Europa, Christensen conta-nos uma história com Donald Trump.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários