Paredes de Coura: viva a música!

Eram lugares sem grandes atractivos. Em boa hora houve quem acreditasse na mudança. Foi assim com Óbidos, Nazaré, Comporta, São João da Madeira e Paredes de Coura. Aqui nasceu um palco icónico.

relacoes,impar,vodafone-paredes-coura,festival-paredes-coura,paredes-coura,musica,
Fotogaleria
Só em 2022, passaram por Paredes de Coura, nos dias do festival, 115 mil pessoas
relacoes,impar,vodafone-paredes-coura,festival-paredes-coura,paredes-coura,musica,
Fotogaleria
Aos 14 anos, João Carvalho passava as músicas de que gostava aos microfones da Rádio Voz de Coura

João Carvalho, José Barreiro e Vítor Paulo Pereira eram amigos desde a escola primária, e Filipe Lopes, mais novo do que eles, começou, depois, a alinhar nos encontros. Ouviam música juntos, música indie. O primeiro vinil que João ouviu foi Talking Heads e isso apurou a sua estética musical. Sem muito para fazer na terra, os quatro andavam nas festas das aldeias, muito concorridas, em que a música de baile era cabeça de cartaz e onde se serviam uns copos a acompanhar frango assado.

Sugerir correcção
Comentar