Comissão Europeia recomenda estatuto de país candidato para a Bósnia-Herzegovina

A decisão foi adoptada pelo colégio de comissários “na convicção” de que Sarajevo adoptará as reformas prescritas por Bruxelas para a abertura das negociações. Resposta dos líderes europeus só deve surgir em Dezembro.

Foto
Soldados da Força da União Europeia (Eufor) em Sarajevo FEHIM DEMIR/EPA

A Comissão Europeia recomendou, esta quarta-feira, a atribuição do estatuto de país candidato à Bósnia-Herzegovina, um dos países dos Balcãs Ocidentais que faz parte do processo de alargamento do bloco desde 2016, quando apresentou o pedido de adesão à União Europeia.

Sugerir correcção
Comentar