Activista bielorrusso Bialiatski e organizações russa e ucraniana de direitos humanos recebem Nobel da Paz

Vencedores “demonstram a importância da sociedade civil para a paz e para a democracia”, sublinhou o Comité Nobel Norueguês, ao atribuir o Nobel da Paz. Memorial, da Rússia, e Center for Civil Liberties, da Ucrânia, dividem prémio com Bialiatski.

Foto
Ales Bialiatski, um dos vencedores do Prémio Nobel da Paz, está detido desde 2020 na Bielorrússia EPA/TATYANA ZENKOVICH

Sugerir correcção
Ler 32 comentários