Ministro da Saúde renuncia a cargo de gerente da sua empresa de consultadoria

A renúncia aconteceu no feriado de 5 de Outubro e foi formalmente registada esta quinta-feira, no mesmo dia em que foi publicada a nomeação, como gerente, do sócio do ministro nesta empresa.

Foto
O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, renunciou à gerência da sua empresa de consultadoria a 5 de Outubro Rui Gaudencio

O ministro da Saúde, Manuel Pizarro, renunciou ao cargo de gerente da empresa de consultadoria com o seu nome no feriado de 5 de Outubro, de acordo com o site em que são divulgadas as “Publicações de Actos Societários” do Ministério da Justiça. Foi a forma que o governante encontrou para “sanar, com a maior rapidez possível, a eventual incompatibilidade” em que se encontrava, explicou uma fonte do Ministério da Saúde, acrescentando que o ministro “reafirma a intenção de proceder à extinção da empresa nos próximos dias” e que vai apresentar a declaração de rendimentos e incompatibilidades dentro do prazo legal previsto, que é de até 60 dias após a tomada de posse.

Sugerir correcção
Ler 18 comentários