Taxa das novas subscrições de Certificados de Aforro dispara para 2,106%

Subida das taxas Euribor prejudicam quem tem empréstimos, mas beneficiam, no caso do prazo de três meses, quem investe no produto de poupança do Estado. Novas subscrições têm aumentado.

Foto
Certificado de Aforro garantem taxas de juro superiores a outras aplicações. Ricardo Lopes

A forte subida das taxas Euribor nos últimos meses traz más notícias para as famílias e empresas que têm créditos associados a estas taxas, mas também traz uma melhoria da remuneração de alguns produtos de poupança tradicionais. É o caso dos Certificados de Aforro (CA) da série E, que passam a pagar uma taxa bruta de 2,106% nas novas subscrições realizadas no corrente mês de Outubro.

Sugerir correcção
Ler 15 comentários