Bolsonaro perdeu, mas sai por cima; Lula ganhou, mas terá de ceder

A solidez do bolsonarismo mostra que este é hoje um pilar da dinâmica política brasileira. A vitória curta de Lula perspectiva uma campanha em que todos os apoios vão fazer a diferença.

Foto
Material de propaganda de Jair Bolsonaro e Lula da Silva, em Brasília ADRIANO MACHADO/Reuters

A derrota de Jair Bolsonaro na primeira volta, um facto inédito para um Presidente que tenta a reeleição, amanheceu esta segunda-feira com ares de triunfo. A força e a solidez do bolsonarismo ficaram demonstradas com os sucessos de vários candidatos ao Congresso alinhados com o Presidente e o próprio desempenho de Bolsonaro foi melhor do que todos antecipavam. Já Lula da Silva, que ficou a menos de dois pontos da eleição, parece ter um trabalho redobrado durante as próximas quatro semanas. O Brasil não é, de facto, um país para amadores.

Sugerir correcção
Ler 33 comentários