“O luto verdadeiro é aquele em que sentimos que perdemos algo que nos pertence”

Há quem se sinta de luto pela morte de uma celebridade que nunca conheceu pessoalmente. Um escritor, um músico, uma rainha... Muitas vezes esta também é uma perda marcada por um forte pesar, porque, diz Maria do Céu Martins, “de alguma forma, estas figuras transformaram-se num ponto de referência” para muitos de nós.

Foto
homenagem à Isabel II em frente ao Plácio de Buckingham. A rainha “representava a Grã-Bretanha” e era tida como “uma figura maternal para muitos” Elisa Bermudez/Europa Press via Getty Images

Ruth Hearst tem 81 anos, reside em Portugal e viveu a maior parte da sua vida durante o reinado de Isabel II. Quando soube da morte da rainha, ficou destroçada. “Foi devastador”, descreve em conversa telefónica com o PÚBLICO. “Foi como perder um membro da minha família”, relembra.

Sugerir correcção
Comentar