O segundo momento crítico da guerra na Ucrânia

Estamos a viver um momento da guerra pelo menos tão importante como o que sucedeu à retirada da Rússia da região de Kiev, que pôs cobro à ideia de que a “operação militar especial” seria um passeio no parque.

Numa contra-ofensiva de surpresa na região de Kharkiv, que alguns analistas dizem ser a maior depois de 1945, as forças militares da Ucrânia recuperaram mais território (3000 km2) do que a área ocupada pela Rússia depois de Abril. A operação revela um fracasso clamoroso dos serviços secretos de Moscovo, obrigando as suas tropas a retiradas desordenadas. Na Rússia, o avanço gerou dúvidas e leva os sectores radicais do militarismo a exigir acções mais musculadas. Ramzan Kodyrov, líder tchetcheno que se envolveu com as suas próprias tropas na invasão, critica os militares russos e exige conclusões pelo fracasso em Kharkiv.

Sugerir correcção
Ler 73 comentários