Revisão constitucional e reforma eleitoral “não são prioridades”, diz Montenegro

Líder do PSD assume que só vai aproveitar trabalho da direcção de Rui Rio se PS tomar iniciativa para abrir um processo de revisão constitucional.

i-video
Montenegro diz que Costa tomou as medida de apoio de forma “intencional” e que “enganou” os pensionistas Sofia Rodrigues, Susana Madureira Martins (Renascença)

O líder do PSD considerou que uma revisão constitucional e a alteração das leis eleitorais “não são prioridades neste momento” mas não afasta a possibilidade de vir a sentar-se à mesa com o PS.

Sugerir correcção
Comentar