Brasil: uma coda

Percorri oito ou nove estados do Brasil, andei por lá uma dúzia de meses, se tanto. Seria uma soberba imperdoável dizer que “conheço” o país.

viagens,literatura,fugas,livros,turismo,brasil,
Fotogaleria
Humberto Lopes
viagens,literatura,fugas,livros,turismo,brasil,
Fotogaleria
Humberto Lopes
viagens,literatura,fugas,livros,turismo,brasil,
Fotogaleria
Humberto Lopes
viagens,literatura,fugas,livros,turismo,brasil,
Fotogaleria
Humberto Lopes

Uma vida não chega para conhecer um país, quanto mais um país como o Brasil. Uma moçoila pós-moderna q.b., “half blogger, half vlogger”, nascida já na era da incomunicação de massas instantânea, das aplicações com que trocamos silêncios pavorosos e bonequinhos poupa-neurónios, proclamava urbi et orbi que “conhecia” mais de cem países. Aos 23 anos. Um prodígio para o qual ninguém inventou ainda uma medalha à altura.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários