A guerra chegou ao paraíso (e o paraíso é iemenita)

A ilha iemenita de Socotorá chegou a ser portuguesa. Muitos séculos depois, continuava intocável. Agora, a sua localização tornou-a prémio apetecível de potências regionais e mundiais.

Foto
O arquipélago de Socotorá é um dos acidentes geográficos de origem não vulcânica mais isolados do planeta DeAgostini/Getty Images

Chamam-lhe as Galápagos do oceano Índico, mas a verdade é que não há palavras para descrever Soqotorá, a ilha que calhou ser iemenita e que até aos anos 1990 só era acessível de barco. Chegar de navio seria empolgante, vê-la dos céus antes de lá pôr o pé é de cortar a respiração. O calor extremo daquele fim de Maio pode ter contribuído, mas a verdade é que houve mais momentos de falta de ar provocados por beleza extrema. Actualmente, a ilha de Socotorá (e o arquipélago com o mesmo nome) está ocupada pelos Emirados Árabes Unidos e a sua localização, perto do golfo de Áden, entre rotas marítimas estratégicas, alimenta disputas.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários