Ucrânia nega atentado contra filha de Alexander Dugin: “Não somos um Estado criminoso”

Daria Dugina, filha do conhecido ideólogo russo, morreu numa explosão quando conduzia o carro do seu pai. Governo da Rússia lança suspeitas sobre o Governo de Kiev, que responde com uma provocação, afirmando que a Ucrânia “não é um estado criminoso nem terrorista”.

Foto
A explosão aconteceu numa auto-estrada, a caminho de Moscovo Reuters/INVESTIGATIVE COMMITTEE OF RUSSI

A filha do ideólogo russo Alexander Dugin, tido como um dos intelectuais por trás das justificações de Vladimir Putin para invadir a Ucrânia, foi morta numa explosão no carro em que viajava, na noite de sábado, nos arredores de Moscovo. Daria Dugina, de 30 anos — também uma conhecida apoiante da invasão da Ucrânia —, seguia sozinha no veículo, que pertencia ao seu pai.

Sugerir correcção
Ler 46 comentários