Laurie Anderson apaixonada por um filme português (e outras notícias animadoras da recta final de Locarno)

As histórias de família são um lugar-comum nos festivais de cinema, mas o certame suíço mostrou este ano filmes que souberam dar a volta ao formato, do Brasil à Croácia. Com Carlos Conceição na corrida ao Leopardo de Ouro, e uma “criadora visionária” a elogiar Onde Fica Esta Rua?, a 75.ª edição do festival exibiu os seus últimos trunfos.

Foto
Laurie Anderson esteve em Locarno para receber um prémio destinado a "criadores visionários" e confessou o seu encantamento pelo filme de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata DR

Já com o Festival de Locarno a estourar os seus últimos cartuchos, Laurie Anderson veio à Suíça receber um prémio de carreira dedicado a “criadores visionários”, mostrar os filmes Coração de Cão e Home of the Brave (numa cópia restaurada esplendorosa em “sessão da meia-noite” na Piazza Grande) e conversar com o público – e ei-la a cantar loas ao cinema português. Dizendo que Onde Fica Esta Rua? Ou Sem Antes nem Depois, de João Pedro Rodrigues e João Rui Guerra da Mata, lhe veio provar que é possível fazer cinema sem palavras, ou pessoas, ou uma história para contar, deslumbrando-a por completo com o seu olhar quase “primitivo” que quebra até as suas próprias regras.

Sugerir correcção
Comentar