Pais não têm de ser informados sobre problemas de saúde sexual dos filhos menores

Parecer do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida diz mesmo que há áreas em que “não existe direito à curiosidade por parte dos progenitores”. Além da saúde sexual, são também excepções à regra os casos de comportamentos adictivos ou as intervenções psicológicas ou psiquiátricas, entre outras.

Foto
CNECV diz que “quanto mais idade tiver o menor, maior será a sua capacidade para compreender” Paulo Pimenta

Sugerir correcção
Ler 107 comentários