Novo subsídio não se adequa “aos vários padrões laborais” na Cultura

Os critérios de acesso ao Subsídio de Suspensão de Actividade Cultural “são muito exigentes” e os tempos de concessão “demasiados curtos”, argumentam as estruturas representativas dos profissionais da área.

Foto
O novo subsídio destina-se a trabalhadores a recibos verdes ou com contrato de trabalho de muito curta duração que fiquem um mês consecutivo sem trabalhar e sem auferir rendimentos MIGUEL MANSO

É consensual que uma das principais vantagens do Estatuto dos Profissionais da Área da Cultura é o Subsídio de Suspensão de Actividade Cultural, que a ex-ministra da Cultura Graça Fonseca apresentou como “similar ao Subsídio de Desemprego”, uma comparação considerada “exagerada” pelo sector.

Sugerir correcção
Comentar